Nosso Blog

Empresa especializada em ar-condicionado

Qual a diferença entre limpeza e higienização de ar-condicionado?

Ar condicionado é um item desejado por muitas pessoas. Ainda mais em determinadas regiões do Brasil, onde o calor é bastante intenso. Por ser um aparelho conhecido, existem muitos mitos sobre ele.

Um deles é que o uso constante do ar condicionado faz mal à saúde. Essa afirmação é equivocada, dado que na realidade, esta máquina traz tantos benefícios para o bem-estar de todos.

O que muitos não sabem e por isso se confundem, é que o ar condicionado precisa de limpezas constantes para ser 100% eficaz e benéfico. Caso contrário, pelo acúmulo de resíduos e sujeiras, pode sim afetar a saúde respiratória de quem o usufrui.

Então, a máquina não causa reações negativas e sim a falta de cuidado com ela. Neste tema ainda surge outra dúvida, alguns falam em limpeza de ar condicionado e outros em higienização. Estes dois termos se referem a mesma coisa?

Não! São técnicas diferentes com objetivos distintos. Entretanto, ambas devem ser feitas periodicamente para melhorar o desempenho deste aparelho e não causar problemas respiratórios.

Tanto o processo de limpeza quanto o de higienização do ar condicionado deve ser feito em todo o aparelho. Ou seja, é preciso acessar todas as peças da máquina. Esses passos evitam problemas no seu funcionamento também.

Muitos dos pequenos defeitos apresentados durante o uso frequente do ar condicionado, são causados pela falta de higienização e limpeza. Dois fatores que fazem parte de um grupo de medidas de prevenção.

Chamado de manutenção preventiva de ar condicionado, essas soluções são feitas periodicamente para garantir que o mesmo permaneça com o melhor desempenho possível.

Mais do que um passo para garantir a saúde das pessoas, também é uma medida econômica – dado que evita transtornos e falhas maiores que para serem consertadas levam tempo e são bastante custosas.

A seguir, veremos a diferença entre a higienização e limpeza do ar condicionado e como fazer estes dois processos. Se atente e não deixe esses passos para depois.

Higienização e limpeza de ar condicionado: qual a diferença?

Não só com estes aparelhos, mas o cuidado de limpar e higienizar todos os objetos e ambientes deve ser uma prioridade. Sim! Ambos os processos devem ser feitos regularmente, independentemente do local, móvel ou situação.

Isso porque, até mesmo o ar que respiramos contém alguns organismos maléficos para a saúde. O ar condicionado, por ter um fluxo muito grande de ar entrando e saindo do aparelho, pode reter diversas bactérias, resíduos, fungos e sujeiras.

Imagine tudo isso sendo jogado no ambiente em que está. Por isso, deixar a limpeza e higienização dos espaços e ar condicionado de lado é ter um descuido com a própria saúde e bem-estar.

Limpeza do ar condicionado: o que é?

Este processo é o mais conhecido e também bastante simples. Algumas pessoas chamam esse passo de lavagem, mas o método é o mesmo. Então, este passo se trata de algo mais superficial – mas ainda sim, extremamente importante.

A limpeza do ar condicionado pode ser feita com um pano, água e um produto de limpeza, se necessário. É comum que as pessoas usem detergente, desinfetante e outros itens.

Na lavagem do ar condicionado,  passar um pano com água por todas suas peças basta. Neste passo também acontece a retirada de resíduos maiores e poeira. É possível contratar uma empresa para fazer este serviço.

Por mais simples que seja limpar, o cuidado com as peças é fundamental para manter o ar condicionado funcionando bem. Desta forma, profissionais podem ajudar e muito.

Entenda o que é a higienização do ar condicionado e como fazer!

A higienização do ar condicionado é um processo mais profundo do que o anterior. Pode ser chamada também por sanitização ou desinfecção, é um dos métodos mais eficazes para manter a saúde das pessoas que usufruem deste aparelho.

Mas como dissemos, tanto a limpeza quanto a higienização devem ser feitas periodicamente. O mais recomendado é que limpe primeiro o aparelho, retirando as sujeiras mais visíveis e depois, o higienize para eliminar os micro-organismos que apenas processos mais intensos conseguem.

Este passo é responsável por eliminar micro-organismos vivos, como ácaros, fungos e bactérias que vivem no ar. São trazidos ao ar condicionado também pela  poluição das grandes cidades

E claro, são estes elementos que podem causar doenças e alergias respiratórias. A higienização pode ser feita de forma manual ou com auxílio de máquinas. O que mais difere nesse passo são os produtos usados, dado que estes precisam ser mais potentes.

É recomendado que este processo seja feito por profissionais. Assim como o tópico anterior, algumas empresas oferecem este serviço. É possível fazer por conta própria também, mas além do cuidado com as peças, a higienização precisa eliminar diversos elementos negativos.

Desta forma, para garantir segurança e qualidade do ar, precisa ser bem feita. Profissionais da área são capazes de aumentar a excelência deste passo.

Com uma equipe qualificada, o Grupo Clima, por exemplo, realiza a limpeza e higienização de forma rápida e eficaz. Garantindo segurança, confiança e mais conforto.

 

voltar