Arquivo mensais:dezembro 2020

Qual diferença entre limpeza e higienização de ar-condicionado?

Qual a diferença entre limpeza e higienização de ar-condicionado?

Ar condicionado é um item desejado por muitas pessoas. Ainda mais em determinadas regiões do Brasil, onde o calor é bastante intenso. Por ser um aparelho conhecido, existem muitos mitos sobre ele.

Um deles é que o uso constante do ar condicionado faz mal à saúde. Essa afirmação é equivocada, dado que na realidade, esta máquina traz tantos benefícios para o bem-estar de todos.

O que muitos não sabem e por isso se confundem, é que o ar condicionado precisa de limpezas constantes para ser 100% eficaz e benéfico. Caso contrário, pelo acúmulo de resíduos e sujeiras, pode sim afetar a saúde respiratória de quem o usufrui.

Então, a máquina não causa reações negativas e sim a falta de cuidado com ela. Neste tema ainda surge outra dúvida, alguns falam em limpeza de ar condicionado e outros em higienização. Estes dois termos se referem a mesma coisa?

Não! São técnicas diferentes com objetivos distintos. Entretanto, ambas devem ser feitas periodicamente para melhorar o desempenho deste aparelho e não causar problemas respiratórios.

Tanto o processo de limpeza quanto o de higienização do ar condicionado deve ser feito em todo o aparelho. Ou seja, é preciso acessar todas as peças da máquina. Esses passos evitam problemas no seu funcionamento também.

Muitos dos pequenos defeitos apresentados durante o uso frequente do ar condicionado, são causados pela falta de higienização e limpeza. Dois fatores que fazem parte de um grupo de medidas de prevenção.

Chamado de manutenção preventiva de ar condicionado, essas soluções são feitas periodicamente para garantir que o mesmo permaneça com o melhor desempenho possível.

Mais do que um passo para garantir a saúde das pessoas, também é uma medida econômica – dado que evita transtornos e falhas maiores que para serem consertadas levam tempo e são bastante custosas.

A seguir, veremos a diferença entre a higienização e limpeza do ar condicionado e como fazer estes dois processos. Se atente e não deixe esses passos para depois.

Higienização e limpeza de ar condicionado: qual a diferença?

Não só com estes aparelhos, mas o cuidado de limpar e higienizar todos os objetos e ambientes deve ser uma prioridade. Sim! Ambos os processos devem ser feitos regularmente, independentemente do local, móvel ou situação.

Isso porque, até mesmo o ar que respiramos contém alguns organismos maléficos para a saúde. O ar condicionado, por ter um fluxo muito grande de ar entrando e saindo do aparelho, pode reter diversas bactérias, resíduos, fungos e sujeiras.

Imagine tudo isso sendo jogado no ambiente em que está. Por isso, deixar a limpeza e higienização dos espaços e ar condicionado de lado é ter um descuido com a própria saúde e bem-estar.

Limpeza do ar condicionado: o que é?

Este processo é o mais conhecido e também bastante simples. Algumas pessoas chamam esse passo de lavagem, mas o método é o mesmo. Então, este passo se trata de algo mais superficial – mas ainda sim, extremamente importante.

A limpeza do ar condicionado pode ser feita com um pano, água e um produto de limpeza, se necessário. É comum que as pessoas usem detergente, desinfetante e outros itens.

Na lavagem do ar condicionado,  passar um pano com água por todas suas peças basta. Neste passo também acontece a retirada de resíduos maiores e poeira. É possível contratar uma empresa para fazer este serviço.

Por mais simples que seja limpar, o cuidado com as peças é fundamental para manter o ar condicionado funcionando bem. Desta forma, profissionais podem ajudar e muito.

Entenda o que é a higienização do ar condicionado e como fazer!

A higienização do ar condicionado é um processo mais profundo do que o anterior. Pode ser chamada também por sanitização ou desinfecção, é um dos métodos mais eficazes para manter a saúde das pessoas que usufruem deste aparelho.

Mas como dissemos, tanto a limpeza quanto a higienização devem ser feitas periodicamente. O mais recomendado é que limpe primeiro o aparelho, retirando as sujeiras mais visíveis e depois, o higienize para eliminar os micro-organismos que apenas processos mais intensos conseguem.

Este passo é responsável por eliminar micro-organismos vivos, como ácaros, fungos e bactérias que vivem no ar. São trazidos ao ar condicionado também pela  poluição das grandes cidades

E claro, são estes elementos que podem causar doenças e alergias respiratórias. A higienização pode ser feita de forma manual ou com auxílio de máquinas. O que mais difere nesse passo são os produtos usados, dado que estes precisam ser mais potentes.

É recomendado que este processo seja feito por profissionais. Assim como o tópico anterior, algumas empresas oferecem este serviço. É possível fazer por conta própria também, mas além do cuidado com as peças, a higienização precisa eliminar diversos elementos negativos.

Desta forma, para garantir segurança e qualidade do ar, precisa ser bem feita. Profissionais da área são capazes de aumentar a excelência deste passo.

Com uma equipe qualificada, o Grupo Clima, por exemplo, realiza a limpeza e higienização de forma rápida e eficaz. Garantindo segurança, confiança e mais conforto.

 

Meu ar-condicionado não liga! Qual o problema?

Meu ar-condicionado não liga, qual o problema?

Não podemos negar que ar condicionado é um investimento. São aparelhos custosos e quase que essenciais para o bem-estar nos dias de calor intenso. Ao comprar essa máquina, as pessoas desejam que ela funcione por muito tempo, concorda?

Imagine que após alguns meses de uso, de repente, o aparelho pare de ligar. Muitos entram em desespero achando que quebrou e precisarão comprar outro.  Entretanto, assim como diversas outras situações, esse problema pode ser resolvido com manutenções de ar condicionado.

Então, se este é o seu caso ou algo parecido esteja acontecendo, fique tranquilo (a). Pode ser que sim, seja um problema mais grave. Porém, geralmente são peças que apresentam pequenas falhas fáceis de serem resolvidas.

Claro que todos os fatores dependem da marca e qualidade do aparelho. O que afeta no funcionamento, mas muitos não se atentam é a instalação do ar condicionado. Procurar pelo profissional mais barato nesses momentos pode sair caro.

Além do manuseio do ar condicionado. Para manter um bom funcionamento, a máquina precisa ser usada de forma correta e seguindo as orientações do manual – que se diferem dependendo do modelo do aparelho.

Essa questão é importante para a maioria dos equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos. Caso não sejam bem manuseados, uma hora ou outra apresentará algumas falhas – com o ar condicionado é a mesma coisa.

Apesar dessas variáveis, profissionais da área podem fazer a manutenção preventiva ou corretiva do aparelho para que o ar condicionado volte a ligar e funcionar perfeitamente. A técnica usada depende do tipo de dano, mas o resultado na grande maioria dos casos é satisfatório.

Entenda a seguir as possíveis causas desta falha e o que fazer para evitar que ela aconteça novamente. Para resolvê-las, será preciso de um técnico para te ajudar nessa situação, também explicaremos como encontrar bons profissionais na área.

Primeiramente, faça alguns testes!

Antes de qualquer coisa, é preciso fazer alguns testes para garantir que o defeito é realmente do ar condicionado. Às vezes pode ser problemas na rede elétrica, por exemplo. O primeiro parece óbvio, mas é essencial: confira as tomadas.

Não só para ver se estão ligadas perfeitamente, mas para identificar se a tomada ou o cabo do aparelho estão com mal contato. É uma falha comum, então é bom conferir. Caso esse seja o problema, chame um eletricista que consertará o problema do interruptor com facilidade.

Tente ligar o ar condicionado diretamente no aparelho. Muitas vezes, o controle remoto está com pilhas ruins, dão mal contato ou apenas pifaram – confundindo muitos donos que acreditam que o problema seja na máquina.

Caso os testes indiquem que tomadas e acessórios estão funcionando bem, a falha é no ar condicionado. Veja a seguir algumas causas para tentar identificar o que está acontecendo no seu aparelho.

Problema no fusível

O fusível serve como um proteção no ar condicionado. Assim como os disjuntores, essa peça tem a função de evitar a sobrecarga de energia no aparelho. Isso porque, para resfriar um ambiente, o consumo de energia é alto.

Caso a rede elétrica do local fique instável por um determinado período, o fusível pode queimar. Fator que gera algumas falhas, como o ligamento do ar condicionado ou sua capacidade de refrigeração.

É possível conferir se este é o problema com facilidade. O fusível tem um fio de metal reto que passa dentro dele. Nestes momentos, basta verificar se este fio está intacto. Caso contrário, se na realidade o fio estiver rompido, então o fusível queimou.

Esta peça fica localizada em diferentes locais dentro do aparelho dependendo do modelo. Procure pelo manual que facilmente a encontrará. Se este for o problema, será preciso trocar o fusível.

Não é algo custoso e tampouco trabalhoso. Com o auxílio de um bom profissional, este serviço será simples e eficaz.

Problemas no compressor

Esta peça funciona como o motor do ar condicionado. É o equipamento principal deste aparelho, responsável por ligá-lo, fazer a refrigeração ou esquentar o ambiente. Ou seja, sem ele, o funcionamento da  máquina está comprometido.

A falta de gás ou excesso deste componente, assim como problemas no compressor podem dar a sensação de que o ar condicionado não está funcionando. Para identificar é simples.

Se o aparelho parou de funcionar sem motivos aparentes ou não está sendo eficiente como deveria e a conta de luz aumentando, então provavelmente este é o problema.

Como resolver problemas no ar condicionado?

Como dissemos, por se tratar de um aparelho com diversas peças delicadas, o auxílio de profissionais é fundamental. Mais do que isso, precisam ser técnicos capacitados e especializados em manutenção corretiva de ar condicionado.

O Grupo Clima, empresa referência na manutenção de ar condicionado, oferece serviços de excelência e agilidade. São profissionais treinados, com muito conhecimento e experiência no assunto.

Com eles, é possível identificar a falha e consertá-la com confiança e transparência. Atributos que somente empresas especializadas na manutenção, instalação, na infraestrutura e limpeza de ar condicionado podem oferecer.