Arquivo mensais:outubro 2020

mau cheiro no ar-condicionado

Mau cheiro no ar-condicionado? Entenda o motivo!

Ar-condicionado é um aparelho conhecido por trazer bem-estar às pessoas, deixando o clima ameno e fresquinho nos dias de calorão. Porém, é normal sentirmos que a máquina está com mau cheiro, acabando com essa boa sensação.

Quando isso acontece o aparelho quebrou e precisa ser trocado? Não! A solução é mais fácil do que se imagina. As causas podem ser diversas e devem ser tratadas logo, já que além de prejudicar o bem-estar, ainda podem trazer doenças respiratórias às pessoas que frequentam o ambiente.

Se o mau cheiro está acontecendo durante o funcionamento do seu aparelho, fique despreocupado. Vamos citar algumas possíveis causas, como resolver este problema e evitá-los.

Mau odor é um problema sério?

Algumas pessoas acreditam que mau cheiro é um problema enorme e que quando acontece, chegou a hora de trocar o aparelho. Mas na verdade, o defeito não está no gás refrigerante nem no ar condicionado em si.

A causa mais comum é a falta de higienização, instalações mal feitas e causas externas. Como assim? Vamos te explicar um por um para não sobrar dúvidas.

A limpeza em primeiro lugar

Muitos nem sabem que é preciso limpar o ar-condicionado regularmente. Mas ter esse hábito é essencial para o bom funcionamento do aparelho e bem-estar das pessoas. 

É normal que pequenos animais mortos, vegetação em decomposição, mofo ou bolor se acumulem no interior do aparelho. Por isso, recomendamos que se faça uma boa checagem regularmente.

O mofo é um problema ainda mais sério!

Quando acontece, pode prejudicar a saúde respiratória das pessoas que frequentam o local. É uma situação mais recorrente do que parece, mas também é resolvido com a limpeza.

Se a parede ou móvel em que o ar-condicionado está instalado estiver mofado, certamente afetará o aparelho.

Problemas com o dreno

Essa é uma peça fundamental do ar-condicionado. O dreno serve para retirar a umidade do ambiente, removendo a água que o aparelho gera no processo de condensação. 

Geralmente, o dreno é instalado na rede de esgoto, varanda ou banheiro. Por isso, a instalação do ar-condicionado deve ser bem feita, assim como a limpeza. Caso contrário, o mau cheiro será um problema sério. 

Então, o primeiro passo é escolher profissionais qualificados para instalar seu ar-condicionado. Se a causa for a limpeza, é recomendado que tire a mangueira de drenagem para fazer a higienização. 

Mas, cuidado! Use os produtos recomendados pelo fabricante do seu aparelho para não danificar a peça e ainda sim eliminar possíveis mofos, fungos e bactérias. Depois é só deixar secar e colocá-la novamente.

Cuidado com o filtro!

O filtro é responsável por, assim como o nome indica, filtrar as impurezas do ar que respiramos. Se esta peça estiver muito suja, pode atrapalhar o fluxo de ar e superaquecer os aquecedores de resistência elétrica.

Situações que causam mau cheiro, danos maiores e até mesmo maior gasto de energia, já que gera sobrecarga no aparelho. Então, é bom limpar o filtro do ar-condicionado regularmente e, caso necessário, trocá-lo.

Causas externas

O que pode estar causando mau cheiro no aparelho são situações externas. O ar-condicionado absorve o cheiro que está do lado de fora do ambiente. Então, pode ser que seja isso!  

Para tentar evitar ou diminuir o mau cheiro por essas situações, é bom que a mangueira dos drenos estejam bem instaladas.

Por que se preocupar com o mau cheiro?

Muitos podem pensar que problemas como este afetam apenas o bem-estar, por causa do mau cheiro. Mas a verdade é que esse pode ser apenas superfície e uma situação mais grave. 

Mofo, bactérias, pó, entre outros microorganismos, são problemas graves para o funcionamento da unidade, e prejudicam a qualidade do ar. O que proporciona risco de infecções respiratórias em todos, até mesmo crianças. 

Além do mau cheiro, fazer esses reparos que fazem parte da manutenção preventiva do ar-condicionado é uma questão de saúde e qualidade de vida! 

Outro ponto importante é: manter o aparelho sempre higienizado aumenta sua vida útil e prolonga a durabilidade do ar-condicionado. Ainda reduz a conta de energia, já que não terá que se esforçar para desempenhar suas funções.

O que fazer?

Quando o mau cheiro surgir não adianta usar cheirinhos, velas ou produtos aromáticos, porque não vão adiantar! Talvez funcione apenas de imediato, mas não resolverá o problema. 

Existem empresas que fazem a higienização do ar-condicionado completa, como nós do Grupo Clima. É um serviço recomendado porque é um aparelho complexo que várias peças que, se prejudicadas, podem causar danos maiores. 

Além disso, as pessoas que tentam fazer a manutenção do ar-condicionado por conta própria podem sofrer alguns acidentes. Mas a limpeza básica pode ser feita em casa facilmente com produtos apropriados e panos. 

Já a higienização completa de todas as peças para eliminar riscos à saúde e ao mau cheiro, deve ser feita por profissionais. Se você tem o aparelho a mais de 3 anos e não costuma limpá-lo frequentemente, este serviço é muito recomendado.

ar-condicionado

Ar-condicionado faz mal à saúde?

O tema ar-condicionado é cercado de mitos e dúvidas. Uma delas é se o uso constante deste aparelho faz mal à saúde. Com a aproximação do verão e o calor em alta, é normal que as pessoas comecem a procurar por esses aparelhos e a pesquisarem sobre. 

Então, surgem as perguntas! Que esse aparelho proporciona diversos benefícios para as pessoas, como climatizar ambientes, dar conforto térmico e tirar a umidade do ar, todos sabem. Mas a verdade é que é preciso cuidados para beneficiar tanto as pessoas.  

Para garantir todos os benefícios que o ar-condicionado promete e não prejudicar a saúde, é bom se atentar à manutenção preventiva do ar-condicionado. Com isso, não queremos indicar somente a troca de peças, filtros etc. 

Mas, principalmente, a higienização do ar-condicionado. Então, se você estiver pensando em comprar um aparelho deste mas tem receio sobre o funcionamento, fique despreocupado. Recomendamos que você adquira, sim, mas  tenha o hábito de limpá-lo bem. 

Vamos te explicar por que essa questão é um mito e como evitar doenças respiratórias em decorrência do ar-condicionado.

O ar-condicionado faz mal somente se estiver sujo

O aparelho em si não faz mal. Mas, o modo como o ar-condicionado é usado faz toda a diferença no bem-estar das pessoas que o usufruem. Então, nossa dica é: faça a limpeza do seu ar-condicionado regularmente. Assim, essa aquisição trará apenas benefícios!

Isso porque é normal que pequenos animais mortos – como ratos, morcegos, esquilos e outros -, vegetação em decomposição, mofo ou bolor se acumulem no interior da máquina. 

Esses resíduos são bastante maléficos, mas o mofo, em especial, é muito mais sério. O acúmulo do bolor prejudicará a qualidade do ar do ambiente, o que causa doenças respiratórias nas pessoas que frequentam o local. 

Mofo não é o único perigo que a sujeira no ar-condicionado traz, mas também bactérias e microorganismos prejudiciais à saúde podem estar acumulados no interior do aparelho. O que ocasiona sintomas de tosses, alergias e demais irritações. 

Cuidados especiais com o ar-condicionado

Além da limpeza do ar-condicionado, outro ponto bastante importante é o choque térmico. Muitas pessoas têm medo dessa situação e acreditam ser um problema causado pelo ar-condicionado. Mas, como o item anterior, depende do bom uso do aparelho. 

Ou seja, depende de como você vai utilizá-lo. Ao expor o corpo a mudanças bruscas de temperatura, as chances de prejudicar a saúde são muito grandes. 

Não estamos falando apenas do choque, mas também de tosses, crises alérgicas, gripes, entre outros problemas.

Então, é importante prestar sempre atenção na temperatura do aparelho e evitar sair do clima quente e entrar no ambiente climatizado de repente. 

O motivo é simples: quando a temperatura cai, um mecanismo conhecido como reflexo colinérgico é acionado no corpo, uma reação de defesa. E é essa reposta que causa tantos transtornos. 

Muitos se questionam qual seria a temperatura ideal para deixar o ar-condicionado, recomendamos que seja de 22 até 25 graus. 

Como fazer a limpeza no ar-condicionado?

A boa notícia é que pode ser feita em casa por conta própria. Essa opção é mais recomendada para higienizações mais leves. Outra maneira de garantir um ar de mais qualidade é contratar os serviços de limpeza do ar-condicionado

Se optar por fazer você mesmo, recomendamos que primeiro desligue o ar-condicionado e remova o painel frontal. A limpeza deve ser feita com um pano seco; depois, retire o filtro e limpe com água morna. Mas, cuidado:  sempre jogue o líquido no sentido contrário da entrada de ar. 

Depois é só deixar o filtro do ar secar completamente e colocar a peça e o painel no lugar. Fácil, concorda? Faça esse processo frequentemente e não terá mais problemas.  

Mesmo assim, fazer a limpeza com uma equipe especializada é indispensável para higienizações mais pesadas. Essa opção pode ser feita em um maior espaço de tempo. Mas, como já dissemos, é necessário!

A razão de tanta importância é: o ar-condicionado sujo pode afetar negativamente a vida das pessoas. Para se sentir mais seguro, conte com profissionais que possam  garantir uma limpeza completa e eficiente, com produtos corretos. 

Assistência técnica de ar-condicionado – Grupo Clima

A empresa Grupo Clima é uma empresa especializada e experiente em limpeza, higienização e manutenção preventiva de ar-condicionado (assim como a corretiva). Profissionais especializados vão garantir um ambiente com ar puro, confortável e muito mais seguro para você, sua família ou seus colaboradores.

Nossa equipe é composta por profissionais extremamente qualificados, que são responsáveis pela higienização e limpeza do seu ar-condicionado com eficiência e confiança. Entre em contato conosco, do Grupo Clima, e garanta a saúde de todos! 

A empresa preza pela limpeza de ar-condicionado com o intuito de beneficiar quem deseja ter um ambiente climatizado sem que haja nenhum tipo de prejuízo à saúde, contribua com a preservação do meio ambiente e ainda reduza gastos com a energia elétrica.