Arquivo mensais:setembro 2020

Ar-condicionado

Entenda a importância da manutenção preventiva no ar-condicionado

É melhor prevenir do que remediar! Conhece essa frase, né?

Isso se aplica a diversas situações da nossa vida – como na saúde, cuidados com o carro, entre outras. Com o ar condicionado não é diferente!

A manutenção preventiva do ar-condicionado é fundamental para mantê-lo funcionando bem por mais tempo. É normal que as pessoas deixem  para fazer a manutenção do aparelho quando algum problema surge, o que é um erro!

Quando mau cheiro, dificuldade de resfriamento ou vazamento aparecem, é porque algo está errado. Quando isso acontece, o prejuízo é maior e a dor de cabeça só aumenta.

Então, é melhor manter os cuidados do dia a dia com o equipamento e evitar situações como essa, concorda? 

Assim você aproveita seu ar condicionado, que não foi barato, por muito mais tempo e com qualidade. 

Se você é prevenido ou quer ter mais cuidado com ar-condicionado, este conteúdo vai te ajudar! Saiba o que é a manutenção preventiva, como fazer e seus benefícios. 

Manutenção preventiva de ar-condicionado

A manutenção preventiva de ar-condicionado consiste em ajustes que visam a conservação do equipamento.  Assim, é possível diminuir o risco de algumas falhas e eliminar defeitos que podem se tornar problemas maiores no futuro. 

Esse tipo de manutenção pode prevenir diversos problemas no ar-condicionado, como seu mau funcionamento que causa o maior consumo de energia, má qualidade do ar, barulhos inconvenientes, congelamento das peças internas, entre outras situações. 

O que são essas manutenções?

Mas, afinal, o que deve ser feito nessas manutenções? Antes de listarmos algumas medidas, é importante ressaltar que algumas delas devem ser feitas por profissionais. 

Isso porque tem peças de ar-condicionado que devem ser ajustadas por pessoas qualificadas para não prejudicar o funcionamento do aparelho. Mas, algumas ações  como a limpeza interna, podem ser feitas por você mesmo. 

Veja as medidas da manutenção preventiva: 

  • É importante limpar a mangueira de drenagem;
  • A higienização da bandeja de drenagem;
  • Verificação do encaixe das aletas;
  • Revisão dos contatos dos cabos elétricos no compressor;
  • Revisão do sensor de temperatura (caso exista);
  • Ajuste dos parafusos do gabinete;
  • Falhar nas bobinas e compressores. 

Entre outras soluções mais específicas, recomendadas para serem feitas por profissionais especializados. Queremos melhorar o uso do seu aparelho e não piorá-lo, não é verdade? 

Quando fazer manutenção preventiva no ar-condicionado?

O tempo para fazer essa manutenção é relativo. Porém, é recomendado que seja feita periodicamente. Então é bom se atentar às sugestões descritas pelo fabricante, de acordo com cada modelo e marca. 

Não é necessário fazer todos esses ajustes de uma vez. É bom fazer a limpeza regularmente, já as medidas mais específicas que precisem de um profissional, podem ser feitas uma vez ao mês ou até mais espaçadas. 

Leia sempre as recomendações de uso!

Qual a importância da manutenção preventiva do ar-condicionado?

Fazer manutenções preventivas é muito importante, tanto para sua saúde, como para o seu bolso. Para entender melhor como a prevenção é fundamental, vamos te explicar como isso pode te ajudar e muito! 

  • Economia: Um aparelho eficiente consome menos energia, então com a manutenção preventiva você economiza na conta de luz.  

Ainda evita que você gaste muito mais dinheiro com problemas maiores ou até mesmo com a troca do ar condicionado caso pare de funcionar;

  • Qualidade do ar: Você sabia que um aparelho sem manutenção pode causar doenças respiratórias? É verdade! 

Um ar-condicionado em bom estado não só ajuda a manter o ambiente fresco, mas também evita que sujeira, mofo e bactérias se acumulem no equipamento – o que pode causar problemas respiratórios e alérgicos; 

  • Melhora da eficiência: Com a manutenção preventiva, o ar condicionado ficará sempre em bom estado. 

Dessa forma, tornam-se ainda mais eficientes, já que os aparelhos sujos ou que não passam por reparos e manutenções periódicas precisam fazer um esforço 20% maior para climatizar um local.

Ou seja, se esforçam mais, gastam mais energia para produzir a mesma quantidade de ar resfriado que quando estava funcionando bem. 

Como fazer a manutenção preventiva?

Como vimos, a manutenção preventiva é bastante importante e afeta diversas áreas da vida do proprietário do aparelho. 

Agora que conhecemos os efeitos dos principais problemas causados por falta de reparos ou uma manutenção ineficiente do ar-condicionado, vamos te contar como fazer!

É bom ressaltar que a manutenção preventiva deve ser feita por profissionais qualificados, a não ser que seja uma limpeza mais superficial. Essa última pode ser feita pelos donos também. É um serviço delicado que deve melhorar o uso do aparelho e não piorá-lo!

Empresas como o Grupo Clima, fazem serviços como esse com excelência e qualidade. 

Temos uma equipe com profissionais experientes que podem ajudar a melhorar a qualidade do seu ar condicionado, reduzir seus custos e aumentar sua satisfação com um aparelho “saudável” e produtivo.

ar-condicionado

Erros na instalação do ar-condicionado: fique atento!

Você sabia que a instalação de ar-condicionado impacta diretamente no seu funcionamento? 

Por mais simples que pareça, é comum que as pessoas deixem passar alguns detalhes na hora de instalar este aparelho. Resultando em pequenas falhas ou até mesmo o mau funcionamento do ar-condicionado.  

Para ajudar em dias quentes ou climatizar o ambiente no inverno, o ar-condicionado tornou-se o desejo de muitas pessoas. É um item caro, considerado um investimento para o bem estar de toda a família, então é normal que as pessoas esperem que o aparelho funcione por anos. 

Quando isso não acontece, a frustração cresce e a culpa é sempre colocada no aparelho. Mas, será mesmo? A verdade é que boa parte dos danos são causados por  uma instalação mal feita.

Ou seja, ar-condicionado mal instalado é sinônimo de falhas e prejuízos. Então se você quer evitar danos no seu aparelho, veja alguns erros que devem ser evitados na hora de instalar o ar-condicionado!

Erros na instalação do ar-condicionado

Já ouviu o ditado “o barato sai caro”? É uma expressão muito usada no país, que reflete muitas situações, como a que estamos falando. 

Muitas pessoas optam por fazer a instalação do ar-condicionado por contra própria ou contratarem mão de obra mais barata. 

Isso por causa do baixo custo, mas também pela ansiedade de começar a usar logo o aparelho. Mas, como vimos, essa prática pode resultar em diversos erro e falhas, que levará mais custos com manutenções. 

Então, mesmo que contrate um profissional, esteja presente na hora da instalação e fique de olho. 

Nossas dicas vão te ajudar a prestar atenção nesse processo para garantir um bom funcionamento do seu ar condicionado. 

Vamos te ajudar a evitar alguns problemas – como o mau funcionamento, perda da garantia do produto, alto consumo de energia e a redução da vida útil do aparelho. 

Colocar o aparelho no local errado

Esse é um dos maiores erros na hora da instalação do ar-condicionado. Pode parecer algo tão simples, mas colocá-lo no lugar errado, pode prejudicar e muito seu funcionamento. 

Na hora de escolher onde o aparelho ficará, é preciso se atentar a detalhes que vão além das questões estéticas. Às vezes o equipamento ficará mais bonito em determinado cômodo ou região da casa, mas esse ambiente pode não ser favorável ao bom funcionamento do ar-condicionado

Opte sempre pela funcionalidade! Este aparelho funciona muito melhor em locais frescos e bem ventilados. O ar condicionado é dividido em duas partes, a evaporadora que é a unidade interna do aparelho e a condensadora, que é unidade externa.  

A evaporadora deve ser instalada em lugares de fácil acesso para as manutenções e limpeza do ar-condicionado. Outro ponto importante, é que essa parte precisa ficar em locais que não impeçam a saída de ar de dentro do aparelho.

A condensadora deve ser instalada em lugares abertos. De forma alguma, podem ficar em ambientes fechados (como as áreas de serviço, por exemplo). É importante que ela fique em locais ventilados sem bloqueios frontais.  

Essas são condições básicas para o bom funcionamento do aparelho e a melhor climatização do ambiente. 

Fique de olho nos drenos

É uma parte importante do aparelho que afeta diretamente na sua vida útil e satisfação do cliente. Mas, afinal, o que são esses drenos e o que fazer com eles? Um dos benefícios do ar-condicionado é melhorar a umidade do ar, essas são peças fundamentais para isso!

Esses equipamentos evitam que a umidade fique dentro do ambiente. Isso porque, quando mal instalados,  eles podem soltar algumas partículas capazes de causar infiltração em tetos e paredes próximas do aparelho. Ou seja, prejuízo dos grandes! 

Compressor obstruído é sinônimo de falhas

Compressor ou condensador do ar-condicionado, como também é chamado, é o responsável pela troca de ar. Essa peça não pode ficar em locais apertados, porque precisa precisa de área suficiente para fazer sua função.

Ao mantê-lo em espaços pequenos ou que dificultem a passagem de ar, é possível que o aparelho danifique rapidamente e a manutenção de ar-condicionado seja necessária. 

Evitar vazamento do gás refrigerante

O gás refrigerante é o fluído inserido dentro do ar condicionado que auxilia o aparelho no processo de climatização. Ele é o responsável por deixar o ambiente mais agradável. Ou seja, sem ele, o ar condicionado perde sua principal função! 

Para você entender melhor o erro, vamos te explicar como funciona esse processo de refrigeramento. Esse gás absorve e transporta o calor por um sistema até chegar na saída de ar, chamada de condensadora. Assim o ar quente sai do ambiente. 

Caso aconteça o vazamento deste gás tão importante, o aparelho não funcionará de forma eficiente e o seu rendimento vai piorando aos poucos. Chegando em um momento que não climatizará o local tão bem, fator que também aumenta a conta de luz.

Nós, do Grupo Clima, recomendamos que a instalação seja feita por profissionais qualificados. São muitos detalhes que afetam muito o funcionamento do aparelho. Dessa forma, sua experiência será ainda melhor. 

De qualquer forma, fique atento (a)! Preste atenção no serviço desses profissionais e sempre teste o aparelho após a instalação.

Ar-condicionado com mau cheiro?

Como saber quando o ar-condicionado precisa de manutenção?

O ar-condicionado é o sonho de muitas pessoas, mas muitos não o compram por medo dos custos com a manutenção.

Se este é o seu caso, não se preocupe! Além dos diversos benefícios que este aparelho traz, outro ponto positivo do ar-condicionado é que ele dá sinais antes de quebrar.

Ou seja, se você estiver atento, as chances de ter uma surpresa e gastos inesperados são mínimas.

Por este motivo, é importante ficar de olho em alguns sinais que o seu ar-condicionado pode dar quando estiver precisando de alguma manutenção, como o aumento na conta de energia no final do mês, pureza do ar, poder de climatização e a saúde respiratória das pessoas que frequentam o local, por exemplo.

Este conteúdo te ajudará a perceber os sinais do seu aparelho e evitar maiores transtornos. Além disso, vamos te explicar os tipos de manutenção de ar-condicionado que você pode fazer para evitar falhas no seu aparelho.

5 sinais de que seu ar-condicionado precisa de manutenção!

É normal que depois de alguns meses, o ar-condicionado comece a dar sinais de que precisa de manutenção. Mau cheiro, vazamentos de água, alteração no consumo de energia e ineficiência na climatização não são indicativos de que o aparelho quebrou, mas sim de que é hora de dar uma atenção especial para ele. Vamos ver mais a fundo alguns desses sinais para você ficar atento e manter um bom funcionamento do seu ar-condicionado!

Conta de energia nas alturas!

É importante ficar de olho na sua conta de energia. Isso porque caso a fatura aumente muito de uma hora para outra sem explicação pode ser um sinal de que seu aparelho está precisando de alguns reparos no compressor ou precisando de uma limpeza de ar-condicionado. Estes fatores podem gerar uma sobrecarga, fazendo com que o ar-condicionado precise de mais força para trabalhar,  levando ao consumo excessivo de energia.

Climatização insuficiente

Se o seu ar-condicionado está ligado corretamente e não estiver climatizando o ambiente, é possível que o aparelho esteja com problemas internos. Pode ser um vazamento de gás ou outros problemas em peças internas, fazendo com que o ar-condicionado trabalhe mais, mas de forma ineficiente.

Assim o ambiente não terá o conforto térmico e o dono ainda terá mais custos com energia.

Vazamento de água

Este é um dos sinais mais claros de que o aparelho precisa de reparos. Muitos acham que essa situação seja normal, porém não é e acontece quando há um desnivelamento do componente interno, ou quando os filtros estão muito sujos.

Mau odor

Quando, não há a limpeza periódica do ar-condicionado, é possível que aconteça uma infestação por fungos e bactérias, proporcionando mau cheiro. A falta de higiene e de manutenção não apenas danifica o aparelho, mas também traz sérios danos para a saúde respiratória das pessoas.

Manutenção preventiva x corretiva

Como já dissemos, o ar-condicionado precisa da uma atenção especial para evitar maiores transtornos. Para manter o seu bom funcionamento, é necessário fazer manutenções preventivas e caso algo aconteça, será preciso realizar a corretiva. A diferença entre esses dois termos é simples. Vamos ver mais a fundo o que são essas manutenções.

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva de ar-condicionado consiste em realizar ajustes enquanto o aparelho esteja funcionando bem ou com pequenos problemas. Essa ação tem como objetivo conservar o equipamento para minimizar o risco de falhas e eliminar defeitos que podem se tornar problemas mais sérios no futuro.

É uma medida muito importante quando se tem um ar-condicionado, já que os custos para arrumar o aparelho após uma falha são maiores e dão mais dores de cabeça. Com a manutenção preventiva, este eletrodoméstico terá uma vida útil mais longa com bom funcionamento.

Apostar na realização de procedimentos direcionados à prevenção desses aparelhos é ter a chance de reduzir gastos futuros, além de contribuir diretamente com o bem-estar das pessoas que ficam em contato frequente com o ar dos ambientes climatizados. 

Manutenção corretiva

Essa manutenção é a mais conhecida. Isso porque muitos não se antecipam aos problemas e quando eles ocorrem, precisam correr atrás do prejuízo. A manutenção corretiva de ar-condicionado é necessária quando o aparelho parou de funcionar ou apresenta um problema sério. É uma opção custosa e que muitas vezes pode ser em vão, precisando trocar de fato de ar condicionado.

Manutenção de ar-condicionado – Grupo Clima

O Grupo Clima preza pela qualidade dos serviços prestados. Entendemos que até o melhor modelo de aparelho de ar-condicionado necessita de manutenção corretiva e preventiva, por isso, oferecemos uma equipe composta por técnicos especializados para realizar os procedimentos mais adequados, após análise caso a caso.

Nossas manutenções são realizadas em conformidade com a Portaria 3.523/98 do Ministério da Saúde, Resolução nº9/2003, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com a elaboração do Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC).

Filtro de ar condicionado

5 motivos para realizar a limpeza do ar-condicionado

Ter ar-condicionado é sem dúvidas o sonho de consumo de muitas pessoas. Isso porque o conforto térmico que este aparelho proporciona pode mudar a qualidade de vida de todos dentro de casa ou no local de trabalho.

Diferente do que muitos acreditam, essa comodidade traz diversos benefícios para o dia a dia que vão além do conforto, mas também para a saúde física e mental de quem o usufrui.

No entanto, para um bom funcionamento e para esse aparelho trazer tantos benefícios, a manutenção constante é necessária.

E quando dizemos isso, não queremos indicar somente a troca de peças, filtros etc. Mas principalmente, a limpeza do ar-condicionado.

Para garantir todos os benefícios que o ar-condicionado promete e não prejudicar a sua saúde, se atente na higienização desse aparelho.

Se você está pensando em comprar um ar condicionado ou se você já tem esse aparelho, mas não tem o hábito de higienizá-lo, vamos te mostrar cinco motivos para fazer a limpeza dele periodicamente.

Motivos para higienizar o ar-condicionado

Não deixe para depois e evite doenças respiratórias

O ar-condicionado traz diversos benefícios para a vida das pessoas, desde que usado de forma correta. Quando o proprietário deste aparelho não faz sua higienização, pode causar algumas doenças respiratórias nas pessoas que usufruem dele. Isso porque o ar condicionado filtra o ar e armazena vários resíduos em seus filtros, até mesmo sujeiras e impurezas. Quando isso acontece, é normal perceber alguns sintomas de tosses, alergias e demais irritações.

Por isso, é indicado que a limpeza do ar-condicionado não seja deixada para depois.

Melhora o funcionamento do aparelho

Limpar o ar-condicionado afeta diretamente em seu funcionamento, já que  a sujeira acumulada força o aparelho a utilizar mais energia para climatizar o ambiente. Essa situação pode causar falhas no ar com o tempo, levando a problemas mais sérios, como o acúmulo de gelo nas bobinas da evaporadora, superaquecendo o motor.

Além de manter o bom funcionamento do aparelho, ainda oferece significativas reduções do consumo de energia elétrica, já que a limpeza de ar-condicionado proporciona um funcionamento mais eficiente e rápido do aparelho.

Aumenta a vida útil do ar-condicionado

Como dissemos anteriormente, caso a limpeza não seja feita, haverá uma sobrecarga no aparelho, podendo causar alguns danos no ar condicionado. Quando o equipamento funciona da forma correta, sem sobrecarga, evitando problemas no seu funcionamento e falhas no sistema, é fato que o aparelho durará muito mais tempo.

Por isso, manter o filtro de ar-condicionado limpo é a melhor forma de evitar futuras manutenções e economizar dinheiro a longo prazo.

Aparelho sem ruídos!

Ainda falando sobre o bom desempenho do aparelho, fazer essa manutenção contribui para sanar a presença dos indesejáveis ruídos causados por falhas no sistema. O ar-condicionado quando estão há muito tempo sem limpeza, higienização e manutenção, faz alguns barulhos que podem ser incômodos no dia a dia.

Diminui riscos contra a saúde!

É recomendado fazer a limpeza do ar-condicionado dentro do prazo estipulado pelo fabricante, tempo que depende da marca do aparelho.

Não fazer esse procedimento é colocar a saúde respiratória das pessoas em risco. Isso porque, é normal, assim como todo objeto, que o ar-condicionado acumule poeira e uma série de outras sujeiras, como bactérias e ácaros.

Esses fatores causam problemas respiratórios, inflamações e alergias nas pessoas que frequentam o ambiente. Em casos ainda mais sérios, a falta de higienização do ar-condicionado pode levar ao ressecamento do muco pulmonar em pessoas mais sensíveis, levando a crises de bronquite e de asma, podendo, até mesmo, evoluir para uma pneumonia. Ou seja, é um assunto que deve ser levado a sério!

Climatização correta!

A falta de limpeza resulta em uma climatização mal feita dos ambientes da sua casa ou do seu local de trabalho, ou seja, impede que o ar condicionado faça o seu principal trabalho. Os resíduos ficam acumulados nos filtros e turbina do equipamento funciona como barreiras físicas impedindo a resfriamento do ar na temperatura desejada.

Quando fazer a limpeza de ar-condicionado?

Como dissemos, deve ser uma limpeza periódica. O tempo exato depende do fornecedor e marca do aparelho. Mas de forma geral, é preciso fazer a limpeza dos filtros uma vez a cada dois meses.

O ideal é prestar atenção funcionamento e na qualidade do ar. Se o ar-condicionado não estiver gelando como o de costume, é bom checar a limpeza do filtro, por exemplo.

Lembrando que os modelos de carvão são uma exceção. Eles não podem ser lavados, apenas substituídos.

Como fazer a limpeza de ar-condicionado?

A higienização do ar-condicionado pode ser feita de duas maneiras. Você pode realizar com suas próprias mãos ou recorrer a uma equipe especializada. Se optar pela primeira opção, veja a melhor forma de fazer:

Primeiro desligue o ar-condicionado. Assim que desligado, remova o painel frontal e faça a limpeza com um pano seco. O próximo passo é retirar o filtro e limpar com água morna, sempre jogando o líquido no sentido contrário da entrada de ar. Após esse processo, deixe o filtro do ar secar completamente e coloque a peça no lugar. Depois é só recolocar o painel na posição original.

A outra maneira, é recorrer a uma equipe especializada. Essa opção é a mais recomendada, já que como dissemos, é um assunto sério que pode afetar negativamente a vida das pessoas. Com profissionais, será mais garantido uma limpeza completa e eficiente, com produtos corretos. Consequentemente, garante um trabalho bem feito.

Assistência técnica de eletrodomésticos – Grupo Clima

O Grupo Clima é uma empresa brasileira especializada em limpeza, higienização e manutenção de ar-condicionado. Nossa equipe é composta por profissionais especializados que garantirá um ambiente com ar puro, confortável e muito mais seguro para você e sua família ou colaboradores. Realize higienização e limpeza do seu ar-condicionado com a Grupo Clima e garanta a saúde de todos!